Páginas

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

terça-feira, 8 de julho de 2014

valoriza

Se não queres perder a mulher da tua vida, não a faças sofrer, não a faças sentir mal. Põe-lhe o sorriso que tanto gostas na cara dela, faz com que ela seja feliz, tal como ela faz contigo. Mas lembra-te de uma coisa, não deves trocar o que queres para sempre pelo que queres no momento. Só mais um conselho, não sejas estúpido e aprende a valorizar o que tens.

Vodka Morango

heart = bitch

Mas o coração é teimoso e fica a insistir, naquilo que nos faz sofrer.

Vodka Morango

without hope

Já não espero nada de ninguém.

Vodka Morango

domingo, 29 de junho de 2014

Mind



Vodka Morango 

sem ar



Vodka Morango 

Don't give up on me



Vodka Morango 

sem tirar nem pôr



Vodka Morango 

Era tão bom


Vodka Morango

Há pessoas pelo qual esperamos demasiado delas.



Vodka Morango

I love you



Vodka Morango

horrible feeling


Vodka Morango

Falta...


Vodka Morango

impossível

É impossível não chorar quando se perde algo que não dá para substituir.

Vodka Morango 

Nada de nada

Estou cansada de ser pisada, de ser tratada como um nada. 

Vodka Morango 

mudanças

Quando virei a esquina, já não era a mesma.

Vodka Morango 

true..

Querendo ou não, algumas coisas não voltam a ser como eram dantes.

Vodka Morango 

sábado, 28 de junho de 2014

Nem tudo dura para sempre

Não quero saber se me chamas de princesa, ou que digas que sou linda. Quero que olhes para mim e saibas se estou bem ou mal, sem eu te dizer, que digas que estás do meu lado e que digas que nunca me vais deixar. A beleza um dia acaba, o que te vai restar é a tua fiel presença e o teu fiel amor.

Vodka Morango 

Nem sempre consigo conter

Às vezes por de trás de um "não aconteceu nada", existe um "não te conto porque vou chorar".

Vodka Morango 

Never leave me



Vodka Morango 

My demons



Vodka Morango 

never.



Vodka Morango 

will you care ?


Vodka Morango

Nem estou para aí virada

Ultimamente não estou à espera de coisas boas, nem coisas más, de nada, nem de ninguém. Por mim, tanto faz, cansei-me de criar falsas expectativas.

Vodka Morango 

STOP

Parei de implorar pela companhia dos outros, se quiseres ficar, fica. Se não quiseres ficar, adeus.

Vodka Morango 

feelings

Tu vais sempre acabar por chorar, por quem não merece.

Vodka Morango 

Nunca há preparação possível

Há coisas na vida, para as quais nunca vamos estar preparados. 

Vodka Morango 

sofrer ajuda

Os conselhos mais bonitos, normalmente vem dos que mais sofreram.

Vodka Morango

terça-feira, 24 de junho de 2014

e é isso

Às vezes as pessoas precisam de medir bem as palavras que dizem, porque por vezes acabam a magoar pessoas que não devem, nem que merecem. Deviam também crescer, porque atitudes de crianças em certos momentos não dão com nada.

Vodka Morango 

segunda-feira, 31 de março de 2014

Até sempre memórias

O caminho é sempre o mesmo, mas hoje pareceu-me diferente, hoje pareceu mais longo. O ponto de chegada estava cada vez mais distante e o ponto de partida, bem, esse já nem sei onde estava. Cada instante parecia uma longa eternidade, no entanto, tempo algum chegaria para me fazer compreender o que se estava a passar. As nuvens estavam cada vez mais negras, a estrada que pisava parecia estender-se mais um pouco a cada passo que dava, os carros pareciam fazer cada vez menos ruído e todo o movimento estava cada vez mais alheio à minha mente.
O bater incessante das asas dos pássaros que sobrevoavam o céu era talvez o único sinal que recebia do mundo, era como o tic-tac do relógio a ressoar na minha cabeça. O tempo parou, mas ninguém parecia querer saber. De repente, parei de caminha e olhei à minha volta. Tudo padecia de movimento e ruído e nada mais. Ali, no meio do verdadeiro mundo, eu era como um bebé, indefeso, desprotegido, sem nada compreender. De súbito, algo se passou, à minha volta tudo ficou desfigurado, toda eu tremia. Nesse momento, de facto, o mundo parara, pelo menos para mim. Fiquei caída no chão por alguma horas, penso eu. Quando me levantei já a noite ia alta, já o luar dançava com as estrelas. Retomei o meu caminho, que continuava tão igual quanto distante, tão sombrio quanto minha lucidez, tão pálido quanto minhas mãos, tão inspirador quanto meus sonhos, tão inalcançável quanto o destino. Quando finalmente cheguei a casa, já não encontrei ninguém, nem uma única luz. Subi as escadas com um passo calmo e pesado. No silêncio sepulcral daquela escuridão apenas as fortes e descoordenadas respirações eram audíveis. Fechei-me no meu quarto, sentei-me no meu canto e agarrei-me à minha pequena almofada. Assim me deixei ficar por tempos e tempos, tempo esse que não consegui cronometrar, mas também, pouco me interessava.
No final, uma única e secreta lágrima percorreu a minha cara, que sempre se manteve serena. Com as costas da mão afaguei aquela gota de água desprezível e com ela apaguei todas as memórias.

Vodka Morango

terça-feira, 18 de março de 2014

esquecer-me

Hoje, só queria mesmo esquecer tudo o que sou, ainda que amanhã voltasse a sentir-me assim...


Vodka Morango

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

chamamento em vão

Para quê chamar por ti se não me ouves, porquê esforçar as cordas vocais até ao limite para que no fundo da praia, me ouças, se não me queres ouvir? Se eu estivesse lá dentro tu sentias, sentias que eu estava mal e corrias só para me abraçar. 


Vodka Morango